Activision Blizzard: Acionista abre processo contra venda para Microsoft

Activision Blizzard: Acionista abre processo contra venda para Microsoft

0 comentário 20,8K visualizações

Um acionista da Activision Blizzard entrou com uma ação judicial contra o editor de jogos e seu conselho de administração por supostas violações da Securities Exchange Act em seu plano proposto para sua venda à Microsoft.

A ação, movida pelo acionista Kyle Watson, foi apresentada na Califórnia na quinta-feira. Os advogados de Watson chamaram o plano da Activision Blizzard de venda para a Microsoft, delineado em uma recente proposta da Comissão de Valores Mobiliários (SEC), “injusto por uma série de razões” — uma das quais, segundo os advogados, é que o conselho está procurando “adquirir para si e a alta administração […] benefícios significativos e imediatos.”

O processo judicial aberto pelo acionista coloca em questão potenciais conflitos de interesse, especificamente que o acordo “não é do melhor interesse” da Activision Blizzard, Watson, nem acionistas da empresa, e “produzirá benefícios lucrativos para os diretores e diretores [da Activision Blizzard]”. Também fazia referência ao “paraquedas dourado” que alguns executivos, como o CEO Bobby Kotick, receberiam caso fosse demitido. O arquivamento da SEC, chamado de 14A, inclui informações necessárias antes da votação dos acionistas de acordo.

Em outros lugares do arquivamento, os advogados de Watson alegam que o arquivamento da ACTivision Blizzard em fevereiro de 18 de fevereiro da SEC é “materialmente enganoso e incompleto”, violando a Lei de Câmbio. Ele chama a atenção para a falta de informações no arquivo da SEC relativas ao “comitê ad hoc” que executou o processo de vendas, bem como informações sobre “emprego pós-transação” e outros dados relevantes.

Watson está procurando o tribunal para ordenar à Activision Blizzard que libere uma nova declaração preliminar de procuração da SEC que inclui mais fatos e nenhuma “declaração falsa”. Se a transação proposta for aprovada, Watson está procurando por “danos rescisórios”.

Como parte da transação proposta, anunciada em janeiro, a Microsoft está programada para comprar a Activision Blizzard por US$ 95 por ação, por um custo total de US$ 68,7 bilhões, a maior aquisição da história da Microsoft. O CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, continua a liderar a empresa durante a fusão, apesar dos pedidos de demissão por seu envolvimento nas alegações de assédio sexual e discriminação de gênero da Activision Blizzard.

Kotick e a empresa já estão sob investigação com a SEC, de acordo com um relatório do Wall Street Journal. Espera-se também que a aquisição da Microsoft seja revisada pela Comissão Federal de Comércio, informou a Bloomberg no início deste mês. A Microsoft pretende fechar esse negócio até o final de junho de 2023.

Os acionistas da Activision Blizzard também estão processando a empresa, em um caso separado arquivado em agosto de 2021, alegando que a negligência dos líderes corporativos em seus relatórios de assédio sexual e discriminação fez com que as ações da empresa perdessem valor.

A empresa também foi acusada de “arrebentar o sindicato” nas últimas semanas, já que a empresa e os trabalhadores depõem em uma audiência do Conselho Nacional de Relações trabalhistas (NLRB) para definir um sindicato para os trabalhadores da QA.

Um porta-voz da Activision Blizzard forneceu o seguinte comentário à Polygon: “Discordamos das alegações feitas nesta denúncia e esperamos apresentar nossos argumentos ao Tribunal.”

Um segundo processo de outro acionista foi aberto contra a Activision Blizzard e seu conselho de administração, desta vez em um tribunal de Nova York. A queixosa, Shiva Stein, está trazendo queixas semelhantes ao tribunal: Especificamente, que as divulgações por procuração da Activision Blizzard não são boas o suficiente.

[Divulgação: Casey Wasserman faz parte do conselho de administração da Activision Blizzard, bem como do conselho de administração da Vox Media, empresa-mãe da Polygon.]

Curta comente e compartilhe se você acha que este processo judicial proposto pelo acionista vai conseguir criar empecilho na venda da Activision Blizzard para a Microsoft

Deixe um Comentário

Sobre nós

O Cara do TI é um projeto voltado ao compartilhamento de notícias, resolução de problemas, reviews, games, filmes e tudo o que envolve o mundo da tecnologia.

Newsletter

Subscribe my Newsletter for new blog posts, tips & new photos. Let's stay updated!

© Copyright 2023 O Cara do TI® | Todos os direitos reservados

O Cara do TI
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00

Adblock Detected

Por favor, nos apoie desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para nosso site. Nosso site depende das propagandas para se manter vivo. Contamos com sua colaboração