Microsoft suspende novas vendas na Rússia

Marcos Souza
Marcos Souza
Logo Microsoft
Microsoft

A Microsoft suspende novas vendas de produtos e serviços em todo o território da Russia devido a guerra na Ucrania.

Brad Smith, vice-presidente e presidente da Microsoft acaba de anunciar que a empresa fundada por Bill Gates está suspendendo novas vendas de produtos e serviços em todo o território da Russia devido a guerra na Ucrania.

Estamos anunciando hoje que suspenderemos todas as novas vendas de produtos e serviços da Microsoft na Rússia.

Serviços como Xbox Game Pass e Microsoft 365 são alguns produtos que a Microsoft está suspendendo na Russia

- Propaganda -

Devido as sanções economicas impostas por paises do ocidente Estados Unidos, da União Europeia e do Reino Unido a Microsoft é mais uma de diversas empresas que decidiram suspender negócios na Rússia, muitas empresas tem medo de represárias caso continuem negociano com o país governado por Vladimir Vladimirovitch Putin.

A Microsoft está trabalhando na proteção da segurança cibernética da Ucrânia. Continuamos trabalhando proativamente para ajudar as autoridades de segurança cibernética na Ucrânia a se defenderem contra ataques russos, incluindo, mais recentemente, um ataque cibernético contra uma grande emissora ucraniana.

Desde o início da guerra, temos agido contra o posicionamento russo, medidas destrutivas ou disruptivas contra mais de 20 organizações do governo ucraniano, de TI e do setor financeiro. Também agimos contra ataques cibernéticos que visam vários locais civis adicionais. Levantamos publicamente nossas preocupações de que esses ataques contra civis violam a Convenção de Genebra.

Outras suspenções

A pressão contra a Russia está causando diversas suspenções comerciais, Adidas, Sony, Apple
Empresas como Shell e BP abandonaram negócios bilionários na Rússia, enquanto a Volvo, Apple, Sony, Adidas e gigantes dos transportes, como MSC e Maersk, suspenderam remessas.
No setor de aviação a brasileira Embraer anunciou nesta quarta-feira (2) que, diante das sanções aplicadas à Rússia, suspendeu serviços de manutenção e venda de peças para clientes russos. A medida segue idêntica decisão das concorrentes Airbus e Boeing.

Será que a Microsoft e outras empresas suspende r as vendas na Russia ajudarão a diminuir a tensão na região?

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

adbanner