Windows 11: Microsoft altera a lista oficial de CPUs Intel compatíveis

Windows 11: Microsoft altera a lista oficial de CPUs Intel compatíveis

0 comentário 8,9K visualizações

A Microsoft atualizou novamente a lista de processadores (CPUs) da Intel oficialmente suportados para seu sistema operacional Windows 11. Desta vez, a empresa adicionou processadores da Intel, que haviam sido removidos no início deste ano.

O sistema operacional Windows 11 da Microsoft tem requisitos de sistema mais rígidos do que o Windows 10 e as versões anteriores do Windows. Como consequência, nem todos os dispositivos com Windows 10 podem ser atualizados para o Windows 11. A Microsoft explicou que a segurança e a confiabilidade foram os dois principais fatores para alterar os requisitos de sistema do sistema operacional.

Os usuários do Windows 10 podem executar a Ferramenta de Verificação de Saúde do PC da Microsoft para descobrir se seu dispositivo é compatível. Ferramentas de terceiros também podem ser executadas, se preferirem. Para citar algumas: Ferramenta de verificação de requisitos do Windows 11, Check & Enable ou WhyNotWin11.

A Microsoft publicou listas de processadores compatíveis em seu site. Essas listas, para processadores Intel, AMD e Qualcomm, estão disponíveis publicamente. Organizações, fabricantes e também usuários domésticos podem consultar as listas para saber se um processador específico é compatível.

O Windows 11 se recusa a instalar se o processador não estiver nessa lista. Embora existam maneiras de contornar essas restrições, elas têm seus próprios problemas. Qualquer instalação de atualização de recurso, por exemplo, repete a verificação de compatibilidade.

Ferramentas como o Rufus ajudam os usuários a contornar as restrições. Embora a Microsoft esteja desencorajando a instalação do Windows 11 em dispositivos sem suporte, nenhum caos generalizado surgiu disso até agora.

Atualização das CPUs Intel compatíveis com Windows 11

A Microsoft removeu 44 processadores Intel da lista de CPUs compatíveis com o Windows 11 em agosto.

A remoção foi uma surpresa para muitos, pois significava que os processadores que antes eram considerados compatíveis com o Windows 11 não eram mais. Embora a remoção não tenha tido consequências imediatas para os dispositivos que executam esses processadores, ficou claro que o próximo lançamento de atualização de recursos mudaria isso. O Windows 11 verifica a compatibilidade do dispositivo quando as atualizações de recursos são instaladas.

A próxima, Windows 11 versão 23H2, será lançada em breve.

O pessoal da Deskmodder descobriram agora que a Microsoft readicionou os processadores à lista de CPUs Intel compatíveis com o Windows 11. A Microsoft não deu nenhuma explicação quando removeu os processadores da lista e também não deu nenhuma explicação sobre a adição dos processadores removidos anteriormente.

A remoção pode ter sido feita por engano, o que explicaria o fato de os processadores estarem novamente na lista de CPUs compatíveis. Todos os 44 processadores são processadores Intel Xeon E, processadores de nível básico para servidores e estações de trabalho.

Os dispositivos com esses processadores não terão problemas para fazer o upgrade para a próxima atualização do Windows 11 2023, desde que atendam aos outros requisitos do sistema. Como, por exemplo, o chip TPM 2.0. A Microsoft não alterou a listagem de CPUs AMD.

Segue abaixo o link para conhecer a lista de processadores compatíveis com o Windows 11 de acordo com a fabricante do processador:

Deixe um Comentário

Sobre nós

O Cara do TI é um projeto voltado ao compartilhamento de notícias, resolução de problemas, reviews, games, filmes e tudo o que envolve o mundo da tecnologia.

Newsletter

Subscribe my Newsletter for new blog posts, tips & new photos. Let's stay updated!

© Copyright 2023 O Cara do TI® | Todos os direitos reservados

O Cara do TI
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00

Adblock Detected

Por favor, nos apoie desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para nosso site. Nosso site depende das propagandas para se manter vivo. Contamos com sua colaboração