Bard: Conheça a ferramenta concorrente do ChatGPT do Google

Bard: Conheça a ferramenta concorrente do ChatGPT do Google

0 comentário 23,9K visualizações

Pouco mais de um mês após emitir um “código vermelho” interno sobre a ameaça do ChatGPT a seus negócios, o Google revelou sua versão do chatbot AI, o Bard. A nova ferramenta está disponível apenas para um pequeno grupo de testadores neste momento, mas o Google pretende liberá-la amplamente dentro de semanas.

Temos trabalhado em um serviço de conversação experimental de IA que estamos chamando de Bard

E hoje, estamos dando mais um passo adiante, abrindo-o para testadores de confiança antes de torná-lo mais amplamente disponível para o público nas próximas semanas.

Disse Sundar Pichai, CEO do Google e Alphabet.

Apresentação de Bard, e nova função de busca conversacional do Google. (Crédito: Google)

Apresentação de Bard, e nova função de busca conversacional do Google. (Crédito: Google)

Medo do ChatGPT? Google Bart pode não falar mas é.

Embora o anúncio do recurso não faça referência direta ao ChatGPT, é nítido a pressão que o ChatGPT trouxe ao Google. A empresa faz questão de dizer que o Google vem se concentrando na IA há anos, antes do lançamento do ChatGPT em novembro de 2022 e rapidamente se tornou um dos aplicativos de crescimento mais rápido de todos os tempos.

“Temos uma longa história de uso da IA para melhorar a busca por bilhões de pessoas”, diz Pichai. “Reorientamos a empresa em torno da IA seis anos atrás – e por isso a vemos como a forma mais importante de cumprir nossa missão: organizar a informação do mundo e torná-la universalmente acessível e útil”.

LaMDA é o cérebro de Bard

Bard funciona com uma versão leve do LaMDA (Language Model for Dialogue Applications), um motor de IA anunciado pelo Google há dois anos. A empresa precisará dimensioná-lo para acomodar seus milhões de usuários públicos.

Bard combinará respostas com dados externos

Outro item importante na lista de verificação pré-lançamento: assegurar a exatidão de suas respostas. “Combinaremos feedback externo com nossos próprios testes internos para garantir que as respostas do Bard atendam a um alto padrão de qualidade, segurança e fundamentação nas informações do mundo real”, diz Pichai.

O gigante da pesquisa observa que foi uma das primeiras empresas a publicar um conjunto de princípios de IA em 2018. Um princípio – “Evite criar ou reforçar preconceitos injustos”.

É importante destacar que ChatGPT já apresenta respostas tendenciosas. Se o usuário lhe pede para escrever um poema sobre o Presidente Trump, que ele se recusa a fazer. Agora se o poema for para o Presidente Biden, ele terá prazer em redigir algumas linhas.

Entretanto, é importante que o Bard do Google não repita as tendencias do ChatGPT.

Provável novo visual a pagina de pesquisa do Google

Assim que lançar o Bard, é provável que a página inicial do Google tenha um novo visual. Os web designers da empresa estão trabalhando em uma função de busca baseada em conversação, semelhante ao ChatGPT, relatórios da CNBC . A capacidade de fazer perguntas mais humanas, e receber respostas mais ricas, visa melhor servir a forma como as pessoas estão usando o Google nos dias de hoje.

Cada vez mais, as pessoas estão se voltando para o Google para obter insights e compreensão mais profundos.

diz Pichai. ”

A IA pode ser útil nestes momentos, sintetizando insights para perguntas onde não há uma resposta correta
Em breve, você verá recursos alimentados por IA em pesquisas que transmitem informações complexas e múltiplas perspectivas em formatos fáceis de entender, para que você possa compreender rapidamente o panorama geral e aprender mais com a web.

A revolução ChatGPT

Já podemos considerar que a ferramenta da OpenAI lançada a menos de 4 meses revolucionou o mercado de pesquisas em geral.
ChatGPT virou assunto em tudo o que é lugar quando se fala de tecnologia. A inteligência artificial responde perguntas como humanos, faz programação, cria artigos científicos, responde perguntas do ENEM com 80% de acertos e até trabalhos de conclusão de curso.
Claro que ainda não é uma ferramenta 100%, e exatamente por este motivo que ela é revolucionária e assustadora.

Não é atoa que o Google se preocupa com a ferramenta, pois um dos principais serviços do google é responder perguntas.

Entretanto, o impulso para usar IA em uma interface de conversação, ao invés de simplesmente melhorar o formato de resultados de pesquisa existente no Google, deixa claro que o Bard é um concorrente do ChatGPT.

Em um esforço para se diferenciar, o Google diz que também convidou desenvolvedores externos de software a usar sua API de Linguagem Generativa para construir suas próprias ferramentas. “Com o tempo, pretendemos criar um conjunto de ferramentas e APIs que facilitarão aos outros a construção de aplicações mais inovadoras com IA”.

Microsoft deve anunciar o ChatGPT diretamente no Bing

A notícia chega antes de um evento de imprensa ainda hoje. A Microsoft irá hospedar em sua sede em Redmond, onde se espera a apresentação de sua versão do ChatGPT. Tivemos uma breve demonstração no fim de semana, quando usuários do mecanismo de busca do Bing avistaram uma caixa de bate-papo “Pergunte-me qualquer coisa…”.

 

Curta comente e compartilhe

Deixe um Comentário

Sobre nós

O Cara do TI é um projeto voltado ao compartilhamento de notícias, resolução de problemas, reviews, games, filmes e tudo o que envolve o mundo da tecnologia.

Newsletter

Subscribe my Newsletter for new blog posts, tips & new photos. Let's stay updated!

© Copyright 2023 O Cara do TI® | Todos os direitos reservados

O Cara do TI
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00

Adblock Detected

Por favor, nos apoie desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para nosso site. Nosso site depende das propagandas para se manter vivo. Contamos com sua colaboração