Microsoft x FTC começam batalha no tribunal

Microsoft x FTC começam batalha no tribunal

0 comentário 9,3K visualizações

A batalha entre a Microsoft e a Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) se iniciou hoje no Tribunal Federal do Distrito Oeste de Washington.

A juíza Jacqueline Scott Corley será responsável por julgar a liminar pedida pela FTC contra aquisição da Activision pela Microsoft.

Primeiro dia de audiência começa explosivo com informações confidenciais reveladas

O primeiro dia de audiências judiciais sobre o destino do acordo de US$ 68,2 bilhões da Activision Blizzard começou explosivo. O público agora tem acesso a e-mails confidenciais, detalhes sobre acordos secretos de compartilhamento de receita e jogos exclusivos futuros.

Quando os dois abriram o dia, a FTC apresentou 120 páginas de propostas de descobertas de fatos e conclusões de leis que foram fortemente censuradas. Enquanto a Microsoft e a Activision apresentaram cerca de 80 páginas combinadas .

Microsoft apresenta emails e acordos confidenciais

A Microsoft começou com uma lista de exibições para a FTC que incluía as comunicações do chefe da Microsoft Studios, Matt Booty.

Executivos da equipe do Nintendo Switch discutindo jogos Xbox para o console. E-mails entre o chefe do Xbox Phils Spencer e o CEO da PlayStation Jim Ryan. E-mails entre Spencer e as equipes de estratégia empresarial para trazer várias lojas no Xbox. Discussões sobre “mesquinharia da Sony e avaliações fanboy do Gamespots”.

CEO da Playstation ameaça não liberar proximo console para Activision

Como parte da descoberta pública no início do processo, um depoimento de Jim Ryan está repercutindo nas redes. Foi revelado que o CEO do Playstation planejava não compartilhar detalhes sobre seu próximo console com a Activision se o negócio fosse fechado. Durante o mesmo depoimento, Ryan é questionado sobre a administração da Microsoft do Minecraft no PlayStation. Este fato é importante por que exigiria que a empresa tivesse acesso aos detalhes do console para fornecer serviços futuros. Embora censuradas, as frases disponíveis ainda mostram o CEO preocupado com o fato de um concorrente ter acesso às informações de desenvolvimento do console.

Microsoft alega que perdeu a guerra dos videogames.

A Microsoft abriu seu caso com um documento emitido hoje que ofereceu a admissão de que o Xbox perdeu as guerras dos consoles. Por fim seus rivais estão posicionados para continuar dominando. “Tentando ainda mais diminuir seu papel no mercado de jogos, a Microsoft revelou que representou uma participação de 16% nas vendas de consoles em 2021 enquanto apenas 21% da base instalada total do console.”

FTC não está considerando games para PC e Nitendo Switch

Durante sua argumentação de abertura de 20 minutos. O advogado da FTC, James Weingarten, estabeleceu os parâmetros de seu caso. Apoiando-se na prática comercial de garantir exclusividades para vendas de consoles e definindo o mercado. Sem o Nintendo Switch e PCs devido a preços.

Microsoft alega que Sony é lider de mercado nos videogames.

Enquanto isso, a Microsoft gastou seus 20 minutos pintando a Sony como líder de mercado contínuo em várias gerações de consoles. Também quer garantir sua posição atual de domínio e receita, o que está alimentando sua oposição ao acordo da Activision.

Email interno de CEO da Sony pode complicar a tese da FTC

Outra revelação que surgiu no início dos procedimentos é um e-mail de Ryan para a equipe interna que explicou que a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft não era “um jogo de exclusividade”, e que ele acreditava que a PlayStation “ficaria bem”. O e-mail interno de Ryan voa em contraste com o que o CEO procedeu a fazer meses depois, compartilhando preocupações com a exclusividade com reguladores.

Testemunha diz que Sony dificultou jogos cross-play causando prejuízo a jogadores.

Durante a inquirição das testemunhas, Booty respondeu a várias perguntas relacionadas ao estado anterior das relações entre a Microsoft e a Sony, observando que a Sony nunca se queixou de que o Xbox estava tirando jogos da plataforma PlayStation ou que as exclusividades eram ruins para o setor. Booty também esclareceu a juíza anterior que os jogadores do Xbox e do Nintendo Switch podem fazer uso de tecnologias de cross-play, enquanto a Sony dificultou desnecessariamente o esforço dos jogadores.

Chefe da Bethesda revela novo jogo de Indiana Jones exclusivo Microsoft

Outra testemunha chamada hoje foi o chefe de publicação da Bethesda, Pete Hines, onde ele revelou durante uma redireção de questionamento que a empresa já havia assinado um acordo com a Disney para fornecer um jogo anteriormente não divulgado de Indiana Jones como plataforma cruzada antes da Microsoft adquirir o estúdio e cancelar seu lançamento multiplataforma.

Os advogados da FTC então aproveitaram a oportunidade para continuar sua narrativa da história recente da Microsoft com aquisições e lançamentos exclusivos com os jogos Redfall e Starfield da Bethesda se tornando exclusivos do Xbox depois de inicialmente planejados para serem multiplataforma.

Chefe da Bethesda explica a diferença entre jogos conhecidos e lançamentos exclusivos.

Embora Hines tenha oferecido alguma validade às preocupações da FTC sobre o potencial da Microsoft de acumular jogos para privilégios de exclusividade, ele terminou seu tempo sendo questionado ao enfatizar a diferença de perfil entre jogos não lançados e um pilar da indústria como Call of Duty.

Vice-Presidente do Xbox fala sobre games mobile, Game Pass e xCloud.

A última a ser questionada hoje foi a vice-presidente do Xbox, Sara Bond, que mudou a conversa para o duopólio dos jogos para celular entre o Google e a Apple, com a única presença da Microsoft sendo o Minecraft, bem como a divisão de receita de 80/20 que a empresa paga a determinados desenvolvedores para obter jogos para a plataforma, que é um pouco maior do que a divisão documentada de 70/30 para a maioria dos outros.

Bond também apresentou aos advogados da FTC e a juíza os detalhes do Game Pass e do Game Pass Ultimate, como os servidores xCloud diferem dos servidores Azure, as estipulações sobre a comercialização do CoD pelo Xbox devido aos acordos com a Sony e a Activision, o lançamento de jogos na NVIDIA GFN, a diferença entre jogos próprios e de terceiros e uma cláusula nos acordos de 10 anos que a Microsoft vem oferecendo que inclui “circunstâncias imprevistas ou imprevisíveis”.

Xcloud trás prejuízo a Microsoft segundo Vice-Presidente do Xbox

O dia terminou com as maiores revelações feitas por Bond sobre como funcionam os jogos em nuvem e que a Microsoft planejava oferecer o xCloud como um serviço independente antes que ele se tornasse um sucesso para os usuários, e que o xCloud perde dinheiro para a Microsoft quanto mais pessoas o utilizam devido aos custos de infraestrutura e servidor.

Quando será o proximo dia de batalha no tribunal entre FTC e Microsoft?

Amanhã será outro grande dia para a Microsoft e para a FTC, pois a lista de testemunhas inclui Phil Spencer, Jim Ryan por meio de depoimento em vídeo, Jamie Lawver, diretor financeiro da Microsoft, e Dov Zimring, ex-diretor do Stadia.

O que você acha desta batalha que a FTC abriu contra a Microsoft no Tribunal Federal de Washington?

Curta comente e compartilhe.

Deixe um Comentário

Sobre nós

O Cara do TI é um projeto voltado ao compartilhamento de notícias, resolução de problemas, reviews, games, filmes e tudo o que envolve o mundo da tecnologia.

Newsletter

Subscribe my Newsletter for new blog posts, tips & new photos. Let's stay updated!

© Copyright 2023 O Cara do TI® | Todos os direitos reservados

O Cara do TI
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00

Adblock Detected

Por favor, nos apoie desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para nosso site. Nosso site depende das propagandas para se manter vivo. Contamos com sua colaboração