ATUALIZAÇÃO VERSÃO 7.4: Conheça a nova versão do LibreOffice

ATUALIZAÇÃO VERSÃO 7.4: Conheça a nova versão do LibreOffice

0 comentário 21,8K visualizações

O novo LibreOffice 7.4, um pacote de softwares gratuito para escritórios, foi lançado para Windows, macOS e Linux e se concentra na interoperabilidade com o líder do setor e seu concorrente pago, o Microsoft Office e seus três componentes individuais Microsoft Word, Microsoft Excel e Microsoft PowerPoint. A suíte de aplicativos para escritórios de código aberto também pode ser executada diretamente no navegador.

Melhor compatibilidade do Novo LibreOffice 7.4 com o Microsoft Office

O novo LibreOffice 7.4, que é descrito pelos desenvolvedores da organização sem fins lucrativos The Document Foundation como um “marco de interoperabilidade“, oferece ainda melhor compatibilidade com os aplicativos do Microsoft Office, de acordo com as notas oficiais de lançamento.

 

LibreOffice 7.4 Community possui um grande número de melhorias e novos recursos direcionados aos usuários que compartilham documentos com o MS Office ou migram do MS Office para o LibreOffice. Esses usuários devem verificar novas versões do LibreOffice regularmente, já que o progresso é tão rápido, que cada nova versão traz melhorias sobre a anterior.

 

O LibreOffice oferece o mais alto nível de compatibilidade no segmento de mercado de suítes de escritório, com suporte nativo para o OpenDocument Format (ODF) – suplantando formatos proprietários em segurança e robustez – para suporte aprimorado a arquivos do MS Office, para filtros de um grande número de formatos de documentos herdados e para retornar ao usuário a propriedade e o controle de seus documentos.

 

Os arquivos da Microsoft seguem baseados no formato proprietário obsoleto desde 2008, e não no padrão aprovado pela ISO, portanto têm um sem número de complexidades artificiais. Esta é causa problemas de gerenciamento com o LibreOffice, que é padronizado para um formato padrão verdadeiramente aberto (o Formato OpenDocument).

LibreOffice 7.4

Recursos do novo LibreOffice 7.4

GERAL

  • Suporte para imagens WebP e arquivos EMZ/WMZ
  • Páginas de ajuda para a biblioteca de scripts do ScriptForge
  • Campo de pesquisa para o Gerenciador de extensões
  • Melhorias de desempenho e compatibilidade

WRITER

  • Melhor acompanhamento de mudanças na área de notas de rodapé
  • Listas editadas mostram números originais no registro de alterações
  • Novas configurações tipográficas para hifenização
  • Novo verificador de gramática remota: LanguageTool

CALC

  • Suporte para 16.384 colunas em planilhas
  • Funções extras na lista suspensa Autossoma
  • Novo item de menu para pesquisar nomes de planilhas

IMPRESS

  • Suporte para temas de documentos

Executando o LibreOffice 7.4 no navegador.

Os desenvolvedores planejam há algum tempo estender o pacote office gratuito com uma versão do navegador que pode ser usada como alternativa à instalação do pacote office.

Uma primeira versão experimental deste spin-off já foi lançada em cooperação com os desenvolvedores de software da Allotropia Software GmbH com sede em Hamburgo.

O LibreOffice no navegador deve ter os seguintes dados-chave na versão final:

  • Com base no WebAssembly (WASM)
  • Implementado com a cadeia de ferramentas Emscripten da LLVM
  • C e C++ traduzidos para JavaScript e WebAssembly
  • LibreOffice 7.4 incluindo GUI diretamente no navegador
  • Interface do sistema de montagem web (WASI))
  • Backend baseado em Qt

A versão de teste ainda muito experimental*, que já está disponível para todos e é executada no Mozilla Firefox, os vários navegadores e navegadores chromium baseados no Apple Webkit, é baseado no código-fonte do LibreOffice 7.4.

 

 

 

*) A porta WebAssembly carrega cerca de 300 MB de código de aplicativo na primeira inicialização e, portanto, leva algum tempo para se preparar para uso.

 

Testando a versão Web do novo LibreOffice

Para efetuar os testes da versão Web do novo LibreOffice 7.4 utilizamos os seguintes navegadores:

 

  1. Microsoft Edge Versão 104.0.1293.54
  2. Mozilla Firefox Versão 103.0.2
  3. Google Chrome Versão 104.0.5112.102
 E uma Internet Fibra de 500 Mbps.
 

Enfim, o site na maioria das vezes não carregou travando em uma tela informando que estava baixando e compilando algo “LibreOffice”.
Embora esteja em fase de teste não podemos comparar com a versão web dos aplicativos da Microsoft mesmo quando os mesos estavam em versão beta, o tempo de carregamento nem de longe demorava tanto abaixo a tela em que ficamos travados em 99% dos testes:

 

LibreOffice no navegador

Em apenas uma ocasião conseguimos carregar o LibreOffice for web porem algum bug fez a página exibir um erro e voltamos a tela acima.

Por ser uma versão em fase digamos “Alfa” fica um desconto, ainda que no nosso entendimento, não deve ser liberado para teste público, algo que não conseguimos testar minimamente.

Existe ainda a possibilidade de a lentidão ou não carregamento da versão web estar relacionada a alta demanda.

Tema Escuro do Novo LibreOffice 7.4

Abaixo um print do LibreOffice sendo executado com o tema em modo escuro no Windows.

LibreOffice sendo executado no modo Escuro no Windows

Mais informações

Abaixo um vídeo resumindo os principais novos recursos do LibreOffice 7.4 Community 

PeerTube: https://peertube.opencloud.lu/w/myZUTCytN28kuxDa5VXNgh . A descrição de todos os novos recursos está disponível em https://wiki.documentfoundation.org/ReleaseNotes/7.4

Curta, comente e compartilhe.

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Sobre nós

O Cara do TI é um projeto voltado ao compartilhamento de notícias, resolução de problemas, reviews, games, filmes e tudo o que envolve o mundo da tecnologia.

Newsletter

Subscribe my Newsletter for new blog posts, tips & new photos. Let's stay updated!

© Copyright 2023 O Cara do TI® | Todos os direitos reservados

O Cara do TI
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00

Adblock Detected

Por favor, nos apoie desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para nosso site. Nosso site depende das propagandas para se manter vivo. Contamos com sua colaboração